Jogador numero 1 - Resenha.

20:54:00



Um mundo em jogo, a busca pelo grande prêmio. 
Você está preparado, Jogador número 1? 
O ano é 2044 e a Terra não é mais a mesma. Fome, guerras e desemprego empurraram a humanidade para um estado de apatia nunca antes visto.
Wade Watts é mais um dos que escapa da desanimadora realidade passando horas e horas conectado ao OASIS – uma utopia virtual global que permite aos usuários ser o que quiserem; um lugar onde se pode viver e se apaixonar em qualquer um dos mundos inspirados nos filmes, videogames e cultura pop dos anos 1980.
Mas a possibilidade de existir em outra realidade não é o único atrativo do OASIS; o falecido James Halliday, bilionário e criador do jogo, escondeu em algum lugar desse imenso playground uma série de easter-eggs que premiará com sua enorme fortuna – e poder – aquele que conseguir desvendá-los. 
E Wade acabou de encontrar o primeiro deles.

Hoje eu venho com muito prazer resenhar um livro que eu devorei. "Ready Player One" ou Jogador Numero 1, é um livro de Ficção futurista fantástico. Num futuro, videogames não se limitam a telas e consoles, mas sim uma segunda realidade. Com nosso planeta tomado por poluição, crises e pobreza, a humanidade encontra uma forma de fugir das suas vidas medíocres, utilizando da realidade virtual como válvula de escape, o OASIS. O OASIS é uma plataforma de videogame que movimenta totalmente o mundo, servindo como Escola, mercado de trabalho e uma forma de se divertir fazendo o que quiser, como explorar mundos literários (Agora "reais") ou encontrar algum amigo que mora em outro continente. Tudo é mais fácil, com apenas um visor e alguns itens, você pode deixar de ser o excluído e se torna o grande mago. Isso me lembra Sword Art Online...Confesso que esse foi um dos detalhes que me fizeram ler o livro hahaha

A trama do livro se resume em uma caça ao tesouro. O criador do OASIS, James Halliday, era um Programador geek completamente fascinado pela cultura Pop de 1980. James, antes de morrer, prepara um incrível evento para todos os jogadores do OASIS. Sem possuir herdeiros, ele arranja uma forma de deixar sua fortuna e tudo o que criou para um jogador que conseguisse encontrar um Easter-Egg, completando vários desafios e procurando pistas que ele havia espalhado pelo jogo. Ele espalha 3 chaves, que abrem três portões também escondidos, que levam os jogadores ao tão desejado premio, sua fortuna. Todos os jogadores vão a loucura, procurando as chaves, como uma chance de mudar de vida e adquirir status e poder. É ai que entra o nosso protagonista, Wade, um estudante pobretão, que após 5 anos sem ninguém descobrir sinais onde encontrar a primeira chave, consegue encontra-la e iniciar a busca pelo Ovo.

O livro é extremamente envolvente e MUITO NERD! Recheado de referencias a jogos, filmes, livros e a cultura geral da década de 80, vemos que Ernest caprichou no dever de casa. (PACMAN, D&D, SUPAIDA-MAN? ♥) Não é o tipo de livro que você lerá e ficara bem "An...Mas o que que é isso?", é um livro que explica bem cada referencia e faz você pesquisar vários dos filmes e séries que ele menciona. Isso é um ponto extremamente positivo no livro, NERD APPROVES! Eu devorei o livro, fiquei ansiosa pra caramba e tive momentos bem reflexivos, tipo, pessoas se trancam em casa por meses e ficam apenas jogando...GENTE. QUE COISA APAVORANTE! SÓ IMAGINO GENTE GORDINHA TOTALMENTE ANÊMICOS E ANTI-SOCIAIS! O livro aborda um pouco disso, não é interessante?

O livro oferece muitas experiencias, entram alguns conflitos externos na trama que são muito bons, eu gostei bastante.

MAS

Apesar da história legal, não merece uma nota muito boa porque:

  1. Protagonista extremamente clichê, um nerdzão anti-social que parece ter saído de uma fanfic ruim de adolescentes.
  2. Romance podre, o Wade encontra a blogueira/caça-ovo nerd por quem ele é apaixonado a anos. O personagem se mostra tímido mas numa conversa de chat com ela, vira uma metralhadora de "ME BEIJA, DEIXA EU TE PEGAR". Ocorre um conflito e o final é deles é digno de uma fanfic nivel "Kylo e Rey se amam", não gente. PARA.
  3. O Wade sempre tem um plano para tudo, sempre é o bonzão.
  4. Final previsível e um pouco vago.
Tem seus pontos negativos, mas entrou para a lista dos meus livros favoritos. Acho que é uma leitura obrigatória para fãs da cultura nerd em geral e é bem divertido, vale a pena a leitura. 

Nota:

3/5

Leia também ♥

1 Pessoa(s) comentaram ♥

  1. Ótima resenha, mas não é o tipo de livro que leio :// Lindaaaa, adorei o blog!! Estou seguindo ♥ Sucesso viu? Beijão!!!

    http://sorrisosnooutono.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir